Início > Alverca > De partida para a América

De partida para a América

ENTREVISTA. Pároco de Alverca nos últimos 13 anos, José Maria Cortes deixará esta função no próximo mês de Abril, indo para o seu lugar o padre Luís Miguel. A 1 de Maio, o mentor da Igreja dos Pastorinhos estará presente na cerimónia do quinto aniversário desta obra e depois partirá para uma nova missão: ser pároco na cidade de Washington, nos EUA.

Mário Caritas

“Notícias de Alverca”: No próximo dia 1 de Maio despede-se de Alverca rumo a outra realidade. Sai com o sentimento do dever cumprido?

José Maria Cortes: Absolutamente. A nós, sacerdotes, são-nos confiadas missões. Eu fui enviado para Alverca há quase 13 anos e, durante este tempo, tentei fazer o melhor que pude e que soube ao serviço desta comunidade.

“NA”: Conseguiu aproximar mais esta comunidade da Igreja?

JMC: Sim, isso é um facto. Hoje em dia temos 600 crianças e jovens a frequentar a catequese; a somar aos praticantes que vêm à missa, temos cerca de 2.000 pessoas que passam pela igreja e pelo centro paroquial aos fins-de-semana. Portanto, triplicámos o número de fiéis. Eu recordo-me que quando cheguei a Alverca, em 1997, era ainda muito novo, tinha apenas 26 anos, mas tive desde logo a percepção que era preciso preparar esta paróquia para o século XXI.

“NA”: Mas não pensou logo em construir uma nova igreja?

JMC: A última coisa que queria era construir esta igreja. Mas, assim que cá cheguei e falei com o meu antecessor, ele próprio foi mostrar-me os terrenos que estavam previstos para a construção de novas igrejas em Alverca e no Sobralinho. Eram terrenos cedidos em direito de superfície, logo havia uma certa urgência em fazer algo pois os terrenos cedidos em direito de superfície têm um prazo de utilização por parte da entidade que os recebe. Depois, nos dias que se seguiram à minha tomada de posse, foram vários os paroquianos que vieram falar comigo, alertando-me para a importância da nova igreja. Eu digo com toda a franqueza que, na altura, a última coisa que queria era envolver-me numa obra dessa natureza; mas percebi que era uma necessidade porque a Igreja de S. Pedro já não conseguia dar resposta ao crescimento da comunidade. Portanto, lançámo-nos na aventura de entrar no novo milénio com um objectivo bem grandioso.

“NA”: Qual é o montante da actual dívida ao banco?

JMC: Ultrapassa os três milhões de euros.

“NA”: Numa missiva que leu recentemente aos fiéis, aquando do anúncio da sua saída, disse que esta paróquia “está a caminho da estabilização financeira pois existe um plano para a resolução dos encargos”. Em que consiste esse plano?

JMC: É um plano que foi montando com a ajuda de um “conselho estratégico”, composto por cinco pessoas, todos eles com experiência profissional na área financeira e de marketing. Tem duas linhas de acção: por um lado, a contenção das despesas e, por outro, o crescimento das receitas. E o crescimento das receitas tem a ver com algo inovador que em Portugal ainda não se faz muito, mas que noutros países é prática corrente, que é a recolha de fundos de uma forma mais profissionalizada. Há mais de um ano que estamos a trabalhar nesse sentido e a obter bons resultados, não só em Alverca mas também no resto do país e no estrangeiro, e esse plano permitir-nos-á amortizar substancialmente a dívida.

“NA”: Que ficará totalmente saldada daqui a quantos anos?

JMC: Depende. Talvez nos próximos 10 anos a dívida fique resolvida.

“NA”: O que é que sentiu quando disse aos fiéis que estava de partida? Emocionou-se?

JMC: É muito emocionante! Após 13 anos, faz tremer um bocado. Em 13 anos vi muita gente nascer, viver e morrer; criei muitos laços! Na altura havia bebés que agora são adolescentes, havia jovens que entretanto constituíram família e falar com todas estas pessoas é um bocado emocionante. Mas é também o momento de afirmar qual é a minha vocação e a minha missão – esta passou por Alverca mas é maior do que Alverca, ou seja, é o mundo, nós somos enviados para o mundo e isso é também muito emocionante.

Categorias:Alverca
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: