Início > Alverca > FCA inaugura Sala de Convívio dos Sócios

FCA inaugura Sala de Convívio dos Sócios

DESPORTO. Num ano em que o clube completou 70 anos, a Direcção do Alverca ofereceu aos associados uma prenda há muito desejada: a Sala de Convívio dos Sócios.

Mário Caritas

O Futebol Clube de Alverca (FCA) inaugurou, no passado dia 13 de Dezembro, a nova Sala de Convívio dos Sócios, instalada no local onde até agora funcionou a secretaria do clube. Na ocasião foram também entregues os emblemas de prata e de ouro aos sócios que completaram 25 e 50 anos de filiação, respectivamente. Num ano em que os ribatejanos apagaram as 70 velas, nada melhor que oferecer aos associados uma prenda há tanto desejada.

“Sinto-me um bocadinho comovido. Há muito que esta sala fazia falta. É uma satisfação muito grande ver o sonho tornar-se realidade; é um passo em frente na vida do nosso clube”, dizia-nos, emocionado, José da Cunha, um dos associados mais carismáticos do FCA com 52 anos de filiação, acrescentando que o Alverca “está no bom caminho”.

Com metade da idade mas também deveras emocionado estava Sérgio Martins, 36 anos, que recebeu o emblema de prata das mãos do presidente da Direcção, Hélder Dias. No final da cerimónia, Sérgio disse à nossa reportagem que a sua juventude está intrinsecamente ligada ao FCA. “Pode-se dizer que cresci com o clube. Na altura de receber o emblema de prata pensei que ia começar a chorar e não era essa a ideia… Eu cresci a ver o Alverca pequenino, depois andou lá em cima, caiu, está a levantar-se de novo e esperemos que chegue a níveis que já teve no passado e que nos encheram de orgulho.”

Já Gervásio da Cruz Fernandes, um carismático alverquense de 79 anos, deslocou-se à cerimónia para receber o emblema de ouro. A sua ligação ao Alverca começou quando o convidaram para ser dirigente do clube. Entretanto foi sócio-fundador da APOGMA – Associação de Pessoal da OGMA, onde passa agora muito do seu tempo livre, mas a ligação ao FCA nunca a perdeu. “Filiei-me no Alverca na altura em que me convidaram para ser vice-presidente da Direcção, a partir daí nunca mais perdi a ligação ao clube!”

Jorge Barroso, presidente da assembleia-geral do FCA, era naquele dia um homem feliz. “Qualquer instituição que se preze tem, em primeiro lugar, que tratar bem os seus sócios, tratar bem a sua família. Penso que hoje se deu um passo em frente para que a família do Alverca esteja mais unida e se sinta mais feliz. Depois, o trabalho, a inspiração e a transpiração vão fazer o resto.”

Esta sala será gerida por um misto de sócios mais antigos e mais novos, sendo possível ocuparem ali os tempos livres com os chamados jogos de mesa, leitura de jornais e revistas, existindo também uma mesa de snooker e em breve um posto de informática com ligação à internet. Em anexo funciona uma sala destinada a actividades de formação, que neste momento já acolhe aulas de inglês a cargo da equipa de futebol americano do FCA. “A sala dos sócios estará aberta de forma permanente. Esta é uma sala provisória, pois a definitiva irá nascer quando o futuro centro de formação estiver pronto e será uma sala com outra dignidade e mais moderna”, afirma Jorge Barroso.

Categorias:Alverca
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: