Início > Alverca > PS vitorioso, mas sem maiorias absolutas

PS vitorioso, mas sem maiorias absolutas

DESTAQUE. A subida exponencial do PSD/PP roubou a maioria absoluta ao PS na Câmara de Vila Franca. Em Alverca, Afonso Costa garantiu o segundo mandato consecutivo.

cmvfx

O Partido Socialista perdeu a maioria absoluta na câmara

Mário Caritas

Quase nada mudou na freguesia de Alverca e no concelho de Vila Franca de Xira no que ao panorama político diz respeito, após as Eleições Autárquicas de 11 de Outubro. Ao nível do município, o PS perdeu no entanto a maioria absoluta que detinha, em virtude sobretudo da subida de votação do PSD/PP, facto que irá possivelmente obrigar Maria da Luz Rosinha a fazer uma coligação – formal ou não – com as forças da oposição. Quanto às 11 freguesias, nada mudou em relação à cor política que as governou nos últimos quatro anos; em Alverca, Afonso Costa agradeceu o voto de confiança dado pela população.

“Este resultado foi uma prova do nosso bom trabalho ao longo dos últimos quatro anos, durante os quais conseguimos mostrar à população que o nosso projecto visa modernizar a freguesia”, sustentou o eleito, em declarações ao “NA”, avançando desde logo algumas prioridades para o novo mandato: “Vamos dar continuidade às obras já iniciadas e requalificar cada vez mais o espaço público; depois temos um grande projecto, que não depende só de nós mas também da câmara municipal, que é a ligação de Alverca ao rio Tejo.”

afonso_costa

Afonso Costa - "Vitória tão saborosa como à quatro anos"

Os social-democratas foram os segundos grandes vencedores da noite eleitoral no concelho. Ao nível da votação para a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, a lista liderada por João de Carvalho ficou em terceiro lugar, mas apenas a 0,5 pontos percentuais da segunda força política mais votada – o PSD/PP somou 23,35% dos votos contra 23,88% da CDU –, permitindo-lhe passar de um para três vereadores no executivo camarário que irá aumentar de nove para 11 mandatos, em virtude da população concelhia ter ultrapassado a fasquia dos 100 mil recenseados. Desta forma, o PS (que somou 43,98% das intenções de voto) elege cinco lugares, a CDU mantém os três que já detinha e a Coligação Novo Rumo elege outros tantos. O BE somou apenas 5,83% dos votos e não conseguiu eleger nenhum vereador.

Após a confirmação dos resultados oficiais, Maria da Luz Rosinha, que irá realizar o seu quarto e último mandato consecutivo à frente desta autarquia, fez uma curta declaração aos jornalistas, no edifício dos paços do concelho. “Quero felicitar desde já os meus adversários políticos, nomeadamente a coligação Novo Rumo; quanto ao PS, apesar de termos perdido a maioria absoluta, subimos a votação em relação há quatro anos. Lamento por fim a elevada abstenção (mais de 50% na eleição para a câmara), pelo que há que reaproximar o poder local dos cidadãos.” Instada a comentar uma eventual coligação com as forças políticas da oposição, referiu ser “uma questão a ponderar”.

Categorias:Alverca
  1. manuel santos
    15/11/2009 às 11:39

    Sem maioria? mas a mandar. Quer lá ela saber, ela quer é poleiro.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: